O Turismo é a maior indústria do mundo movimentando milhares de pessoas, aumentando assim o crescimento económico dos destinos e fazendo com que a concorrência entre os destinos seja cada vez mais feroz. Esse facto transfere enorme poder para os turistas a quem cabe a decisão final de escolha de um destino de férias.

Investir ou não num determinado destino de férias pode ser um desafio para os turistas que geralmente tendem a evitar os países com baixo bem-estar social e péssima reputação ambiental, mas esses são factos muitas vezes difícil de apurar.

Desse modo, a ONG Ethical Traveler considera que os impactos da escolha de um determinado destino tem implicações económicas e políticas que vão além das experiencias pessoais pelo que aconselha os turistas, enquanto cidadãos responsáveis e de boa vontade, a escolherem bem o seu destino de férias.

Assim, para apoiar os turistas do mundo inteiro, a Ethical Traveler revê as politicas e práticas de países em desenvolvimento e seleciona as 10 melhores na promoção dos direitos humanos, preservação do meio ambiente e bem-estar social.
É assim que desde 2011 Cabo Verde tem estado no top 10 da lista dos destinos de viagem mais éticos do mundo. A listagem publicada em Dezembro último destaca por ordem alfabética os vencedores do ano de 2015:

1. Cabo Verde
2. Chile
3. Republica Dominicana
4. Lituânia
5. Maurícias
6. Palau
7. Samoa
8. Tonga
9. Uruguai
10. Vanuatu

Esta referência premia simbolicamente a aposta do Governo e dos operadores turísticos na promoção destas ilhas vulcânicas, rodeadas de mar, rica em cultura e reforça o apelo genuíno de Cabo Verde enquanto destino para as férias do ano de 2015. Especificamente Cabo Verde destaca-se pela:
Proteção Meio Ambiente – Cabo Verde está a estabelecer laços mais fortes entre o desenvolvimento rural, conservação da biodiversidade, redução da pobreza e crescimento económico, bem como o aumento da produção agrícola e pesca.
Bem-estar Social – Cabo Verde (juntamente com as ilhas Maurícias) regista a posição mais alta na região africana, no que se refere ao Índice de Liberdade Económica e igualdade de género.
Direitos Humanos – Cabo Verde alcançou a pontuação máxima no relatório anual sobre os direitos civis e políticos, sendo considerado um exemplo pela comunidade internacional.

A ONG Ethical Travel é um projeto independente da Earth Island Institute pelo que para a criação da lista anual não solicitam e nem aceitam nenhum donativo ou financiamento de qualquer tipo de nações, governos, agencias de viagens ou indivíduos.

Fonte: http://www.mtide.gov.cv/